Nenhum produto no carrinho.

    • Peito de Frango com Mel Nº 88 Fire by Beesweet
    • Sopa de Cenoura com Mel Nº 1 Citrus by Beesweet
Home / Benefícios do Mel / Melhorar a imunidade em tempos de Corona vírus

Melhorar a imunidade em tempos de Corona vírus

Existem duas maneiras de se proteger contra o corona vírus:

1 – Evitar a infecção (contágio).

2 – Evitar que a infecção se transforme em doença.

Há formas de melhorar a imunidade em tempos de corona vírus.

É essencial o nosso empenho na manutenção da saúde imunitária, especialmente por que ainda não dispomos de vacina nem de imunidade prévia, por se tratar de um novo vírus.

Como ajudar a manter e fortalecer a saúde imunitária?

  1. Evite o medo e o pânico: eles causam ansiedade, que aumenta a produção de cortisol e outras substâncias depressoras da imunidade.
  2. Mantenha um sono regular: basta uma noite mal dormida (quantidade ou qualidade) para prejudicar a imunidade.
  3. Reduza o consumo de álcool, tabaco e drogas: todos podem comprometer a imunidade.
  4. Hidrate-se: 55% e 60% do nosso corpo é constituído por água. Beber água é essencial para o funcionamento de todas as células e órgãos, inclusive responsável pela defesa contra agentes infeciosos.

Enumeramos alguns alimentos fortalecedores da imunidade e com atividade antimicrobiana:

  • Mel: Além de ser uma rica fonte de vitaminas (B2, B3, B5, B6, B9 e C), sais minerais (potássio, sódio, cálcio, ferro, fósforo e magnésio) e peróxido de hidrogénio, o mel possui vários compostos bioativos, especialmente quercetina e miricetina, responsáveis pelas atividades imunomoduladora (principalmente imunoestimulante), anti-inflamatória, antioxidante, antibacteriana (inclusive bactérias resistentes a antibióticos), antifúngica e antiviral (rubéola, herpes e vírus respiratório, inclusive o coronavírus). Visite a nossa loja e veja a proposta de néctares aromatizados que a Beesweet tem ao seu dispor: LOJA

  • Limão: muito rico em vitaminas (A, B1, B2, B3, B6, B9, C e E), sais minerais (ferro, potássio, cálcio, magnésio, sódio, fósforo, boro, manganês, cobre, flúor, zinco e molibdênio) e compostos bioativos, principalmente na casca. O limão possui comprovada ação reguladora da imunidade, é anti-inflamatório, antioxidante,
    analgésico, ansiolítico, antialérgico, antibacteriano, antifúngico e antiviral (a roifolina bloqueia a atividade do coronavírus SARS-CoV e a hesperidina e a diosmina têm potencial para atuar sobre o COVID-19). O limão deve ser consumido com o sumo e a casca – zeste (depois de bem lavados).

  • Aveia: É fonte de proteína, minerais (cálcio e ferro) e vitaminas (B e E). Detém dois compostos bioativos importantes: a glucana beta e a avenantramida. A glucana beta é poderoso composto imunoestimulante, aumenta a resistência contra infecções por bactérias, vírus, fungos, parasitas e a avenantramida possui atividade anti-inflamatória e antioxidante.

  • Gengibre: O gingerol e os outros 168 compostos bioativos do gengibre possuem atividades imunomoduladora, anti-inflamatória, antioxidante, analgésica, neuroprotetora, cardioprotetora, nefroprotetora, pneumoprotetora, gastroprotetora, hepatoprotetora, antitumoral, antibacteriana, antifúngica, antiparasitária e antiviral.

  • Linhaça: Os lignanos, principais compostos bioativos da linhaça, apresentam atividade imunomoduladora, anti-inflamatória, antioxidante, antibacteriana e antifúngica. A herbacetina, outro composto bioativo, possui uma atividade contra o corona vírus.
  • Brócolos: Rico em vitaminas (E, C, K, B, A, carotenoides), sais minerais (selénio, cálcio, ferro, zinco) e compostos bioativos com atividades imunomoduladora, anti-inflamatória, antioxidante, cardioprotetora, antitumoral, antibacteriana, antifúngica e antiviral.

  • Soja: Possui isoflavonas, como a genisteína e a daidzeína, com atividades imunomoduladora, cardioprotetora, osteoprotetora (osteoporose), antidepressiva, antitumoral, antibacteriana, antifúngica e antiviral (rotavírus,
    herpes simplex, adenovírus, VIH, vírus respiratórios.

Todas as medidas aqui propostas têm uma base científica comprovada. Os alimentos sugeridos, são isentos de efeitos secundários indesejáveis, desde que consumidos com moderação. É possível melhorar a imunidade em tempos de Corona vírus. O consumo regular destes alimentos, promove a prevenção não só do corona vírus, mas de qualquer outro agente infeccioso.

Este documento pode e deve ser difundido. Assim, poderá ajudar a promover uma vida mais saudável para quem o ler, e evitar o risco de mais pessoas padecerem desta pandemia ou mesmo reduzir o risco de contrair este ou outro vírus infeccioso.

Article by: Eduardo Tosta
Médico imunologista CRM-DF 1187
Professor Emérito da Universidade de Brasília